Deputado Ed Thomas lamenta morte de Eduardo Campos

 

Presidente Prudente, 13 de agosto de 2014

 

“Muito triste. Uma tragédia. Além de acompanhar sua trajetória, tivemos vários contatos, em importantes momentos. Ele era realmente diferenciado. Incentivava e muito para que houvesse maior crescimento e fortalecimento do nosso partido, em todas as bases. Estava aguardando sua visita a Presidente Prudente e região. Que Deus dê o conforto à esposa Renata e aos filhos.” Estas as primeiras declarações do Deputado Estadual Ed Thomas, líder do PSB no Oeste do Estado de São Paulo, ao saber da trágica morte do presidente do Partido Socialista Brasileiro e candidato à Presidência da República, ocorrida na manhã desta quarta-feira, 13/8, num acidente aéreo em Santos/SP, mesma em que também faleceu seu avô Miguel Arraes, em 2005. Eduardo Campos acabava de completar 49 anos (10/8). Formado em na Faculdade de Economia de Pernambuco. Casado com a também economista e auditora do Tribunal de Contas de Pernambuco Renata Campos, com quem teve cinco filhos, sendo que seu filho mais novo, Miguel, nascido no dia 28 de janeiro de 2014, foi diagnosticado com Síndrome de Down. "Sobre isso, tínhamos um compromisso fundamental. Difundir ações para fortalecimento da inclusão social. Trabalhar com gente. Um dos conceitos que jamais vou esquecer e que aprendi também com este grande homem”, finalizou Ed Thomas, da Assembleia Legislativa de São Paulo, onde cumpre suas atividades.

 

- nota emitida pela assessoria do deputado Ed Thomas

Este é um projeto educacional sem fins lucrativos.
Ajude-nos a manter este projeto em funcionamento.
Doar