Quatro dos seis candidatos participam do debate na Band

Presidente Prudente, sexta-feira 3 de agosto de 2012

Com estrutura de primeira linha, seriedade e transparência a Band Interior fez valer a rica história do grupo de comunicação em alimentar a democracia ao promover o primeiro debate eleitoral do interior paulista, feito por emissora que opera em sinal aberto.

 

Na noite desta quinta-feira (2) foi realizado o debate entre os candidatos a prefeito de Presidente Prudente. Compareceram quatro dos seis postulantes ao cargo, com as duas ausências lamentadas e criticadas nas falas dos debatedores.

 

As críticas que se ouviram foram de que os ausentes não deram importância aos mais de 150 mil eleitores de Presidente Prudente e nem à emissora de televisão, aos seus diretores e aos seus funcionários, especialmente os jornalistas.

 

Estiveram no debate mediado pelo jornalista Otávio Ceschi Júnior, enviado pela direção de jornalismo do Grupo Bandeirantes em São Paulo, Fábio Sato (PPS), Josué Alves Macedo (PSOL), Talmir Rodrigues (PV) e João Cláudio da Silva `Dodô` (PRTB).

 

Os candidatos aproveitaram para expor suas plataformas e parte deles manifestaram indignações aos problemas como falta de vagas em creches, apoio aos frustrados projetos de futebol profissional e a carência de moradias populares.

 

Também criticaram a falta de política de geração de emprego e renda, a demora na implantação de novo distrito industrial, o ´´desprezo`` aos servidores públicos municipais e o aumento ´´abusivo`` dos salários de primeiro escalão.

 

Novo contrato com a Sabesp ou a contratação de outra empresa de saneamento é assunto que esteve em pauta. Outra questão debatida foi sobre a carência de ´´efetivas``  ações ambientais e a falta de solução para instalação do aterro sanitário.

 

O candidato Agripino Lima (PMDB) não compareceu e nem justificou. O candidato à reeleição Milton Carlos de Mello ´Tupã` (PTB) justificou sua ausência com viagem à Brasília em companhia de seu vice Marcos Vinha (PT), também postulante a permanecer no cargo.

 

Do ponto de vista exclusivamente político, ficaram claras três frentes de oposições à atual administração, que são as de Fábio Sato, Talmir Rodrigues e Josué Alves Macedo. Eles deram o tom da crítica e sinalizaram alguns pontos de ataque durante o processo eleitoral.

Este é um projeto educacional sem fins lucrativos.
Ajude-nos a manter este projeto em funcionamento.
Doar