Morre aos 80 anos o produtor e locutor do Baú de Recordações

 

Presidente Prudente, sexta-feira 27 de julho de 2012 

 

 

A classe radiofônica de Presidente Prudente está de luto pela morte de José Barbato (foto), aos 80 anos de idade. Seu falecimento ocorreu na quinta-feira (26), com o corpo velado na Casa Athia. O sepultamento será nesta sexta-feira (27), às 16h no cemitério municipal São João Batista, no lote 107 da quadra 2, com entrada pelo portão E.

 

Barbato era natural de Matão, no interior de São Paulo. Nasceu em 17 de dezembro de 1931. Chegou a Prudente com 12 anos de idade, quando sua família deixou Matão. Desde jovem trabalhou no setor gráfico, mas se tornou conhecido como locutor de rádio. Era dono de um vozeirão aveludado.

 

No começo dos anos 1960 trabalhou na Comercial AM, onde fez de tudo um pouco, inclusive programa de humor. Depois, transferiu-se para a PRI-5 A Voz do Sertão, hoje Rádio Difusora, onde fez dupla com Alceu Arias na apresentação de jornal falado

 

Anda na PRI-5 criou a Baú de Recordações que no final do decênio de 1960 transferiu-se para a ZYR-84, então Rádio Caiuás, a atual Rádio Prudente/Jovem Pan. Na mesma emissora criou o Noturno 84, um musical de refinado gosto de quem conheceu muito de música e foi vocalista de grupos de serestas, além de tocar contra-baixo e pandeiro.

 

Em Presidente Prudente e região acompanhou astros consagrados da música brasileira como Nelson Gonçalves, Silvio Caldas, Dircinha Batista, Alcides Gheraldi, Dalva de Oliveira, Albetinho Fortuna, Ângela Maria, Roberto Luna e Inezita Barroso, a mesma que apresenta Viola Minha Viola, na TV Cultura.

 

José Barbato era casado com Lucília Martins e tiveram quatro filhos: Sérgio, diretor de banco, Sílvio, promotor de justiça e professor universitário, Lucí, assistente social e professora universitária, e Lúcia, professora universitária. Barbato tinha sete netos e era um dos mais antigos moradores da Vila Marcondes, na zona leste de Presidente Prudente.

Este é um projeto educacional sem fins lucrativos.
Ajude-nos a manter este projeto em funcionamento.
Doar