Jornalista Geraldo Soller é nome de rua em novo bairro de Prudente

Presidente Prudente, quinta-feira 4 de outubro de 2012 

A rua Um, do Parque Residencial Mart Ville, passou a denominar-se rua Jornalista Geraldo Soller (foto). A homenagem ao jornalista ocorreu na sessão ordinária de segunda-feira (1º). A 15ª Legislatura da Câmara Municipal de Presidente Prudente aprovou projeto de lei de autoria da vereadora Kátia Guímaro (PSDB). É uma homenagem em vida a um dos jornalistas com maior tempo de atuação profissional em Presidente Prudente.

 

HistóricoGeraldo Soller, terceiro filho de Miguel Soller e Desolina Polgrossi Soller, nasceu em Pradópolis-SP, região da Alta Mogiana, no dia 26 de setembro de 1931. Chegou em Presidente Prudente aos seis anos de idade.

 

Casado com Aparecida Martinez Peretti Soller, é pai de três filhos: a jornalista Maria Angélica Martinez Soller, Geraldo Soller Jr. e João Miguel Soller – este último falecido; tem um neto, João Miguel Soller, estudante de Medicina.

Geraldo Soller completou o curso primário em 1943, na Escola Adolpho Arruda Mello. Assim que terminou, o mesmo foi intimado pelo pai para que arranjasse emprego.

 

Por indicação de Júlio Dias Martins e Dib Mustafá, aos 12 anos começou a trabalhar nas oficinas do jornal A Voz do Povo. As tarefas iniciais eram varrer o chão, lubrificar as máquinas, lavar sanitários, e outros serviços gerais. Aproveitando as horas de folga, aprendeu como compor linhas cheias para jornal.

 

Depois de pouco mais de um ano, os senhores Paulo Peixoto e o Heitor Graça levaram-no para O Imparcial. Foi alí, ouvindo a transmissão de um jogo de seu time do coração, o Palmeiras, que enfrentava o Ipiranga, que escreveu sua primeira matéria esportiva. O texto serviu para o fechamento da última página da edição daquele dia: 3 de junho de 1945. Nesta data nascia o jornalista Geraldo Soller, “O Homem de Imprensa”. Hoje, um dos mais respeitados por companheiros de imprensa e da comunidade regional e prudentina.

 

Soller também atuou nas rádios Difusora, Comercial e Presidente Prudente e foi diretor da Editora Imprensa junto com Mário Peretti, no início da editora como gestora do jornal O Imparcial.Como colunista, cronista e redator de O Imparcial, Geraldo Soller desempenhou inúmeras outras atividades, prestando assessoria de imprensa e de relações públicas a empresas, homens públicos, a Associação Comercial e Empresarial de Presidente Prudente (Acipp) e ao Sindicato do Comércio Varejista de Presidente Prudente (Sincovapp).

É autor do livro Pinceladas do Cotidiano, que reúne as melhores de suas milhares de crônicas, falando principalmente sobre o dia-a-dia da cidade e de sua gente. Católico fervoroso e cursilhista, mantém um profundo respeito pela Igreja e participa das principais iniciativas beneficentes.

Sob o tema das palavras de Cristo: “Eu não vim para ser servido, mas para servir”, Geraldo Soller fundou dois clubes de Lions e desempenhou, desde a presidência a vários outros cargos nos clubes de serviços, onde se filiou em novembro de 1962, e permanece até hoje. São 50 anos dedicados à filosofia de Melvin Jones.

O jornalista afirma que a companheira de tantos anos é a fonte inspiradora do seu trabalho e onde buscou forças para prosseguir na sua vitoriosa carreira. Também poeta inspirado, dedicou as “Trinta Rosas para Cida”m sua esposa.

Este é um projeto educacional sem fins lucrativos.
Ajude-nos a manter este projeto em funcionamento.
Doar