Plano estabelece metas para aumentar energia renovável

 

Presidente Prudente, sexta-feira 26 de julho de 2013

Lançado recentemente pelo Governo de São Paulo, o Plano Paulista de Energia (PPE) sugere novas políticas públicas para o desenvolvimento sustentável do Estado com foco na energia renovável e eficiência energética. 

O lançamento ocorreu no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo paulista, no dia 18 de julho. O plano estabelece metas para aumentar a energia renovável. São Paulo é o Estado brasileiro com maior matriz de energia renovável, totalizando 55%.

O PPE teve suas propostas organizadas a partir de temas como eletricidade, biocombustíveis, eficiência energética e gás natural. O plano se propõe a aumentar a participação das fontes renováveis na matriz energética. Assim, a presença dessa energia deve aumentar dos atuais 55,5% para 69% até 2020.

De acordo com o plano, o Estado pode ampliar o potencial instalado de bioeletricidade de cana de 4,8 mil MW para 13 mil MW. A geração eólica e fotovoltaica também deve contribuir para a ampliação da matriz renovável em São Paulo.

Os investimentos de R$ 2,8 bilhões sairão de parceria com a iniciativa privada. O plano também pretende criar a disciplina de Eficiência Energética e Uso Racional da Energia Elétrica na rede pública e estimular a construção civil eficiente por meio da introdução de requisitos de eficiência nos códigos de obra.

Este é um projeto educacional sem fins lucrativos.
Ajude-nos a manter este projeto em funcionamento.
Doar