Mestrado em Meio Ambiente oferta 10 vagas para aluno regular

 

Presidente Prudente, terça-feira 8 de janeiro de 2013

 

Encontram-se abertas as inscrições para a segunda turma do Mestrado em Meio Ambiente em Desenvolvimento Regional, ofertado pela Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da Unoeste. Podem ser feitas até 4 de fevereiro. São dez vagas para aluno regular. A taxa é de R$ 50. A área de concentração é interdisciplinar. Podem se inscrever profissionais das ciências da vida, da terra, humanas, exatas e aplicadas. A proposta é buscar entender a complexidade dos problemas resultantes de diversas relações sociais e sua interação com o meio ambiente.

 

A linha de pesquisa 1 contempla a avaliação e análise de impacto ambiental. O objetivo é realizar estudos e pesquisas relacionados à análise de impactos ambientais causados por fatores predominantemente antrópicos, os que resultam da ação do homem. São levados em conta diferentes aspectos do ecossistema e impactos sociais. O propósito é investigar processos ecológicos, geológicos, geomorfológicos e climatológicos relacionados aos problemas ambientais. Também busca desenvolver modelos mecanísticos explicativos para compreensão dos processos de impacto ambiental.

 

Planejamento ambiental e desenvolvimento regional consistem na linha de pesquisa 2, compromissa com estudos em quatro eixos temáticos: análise de políticas públicas ambientais voltadas ao desenvolvimento regional, caracterização de ecossistemas e o planejamento ambiental, desenvolvimento de estratégias de gestão ambiental e estratégias de manejo e conservação ambiental. Os estudos ainda estão voltados para analisar o impacto da gestão do conhecimento e da informação no planejamento ambiental e desenvolvimento regional, assim como o crescimento econômico e social e seu impacto ambiental.

 

O processo seletivo terá na primeira etapa prova escrita com duração máxima de quatro horas. Caberá ao candidato produzir redação sobre tema sorteado 24 horas antes. Será no dia 18 de fevereiro, a partir das 14h. São dez temas: 1.Sociedade, Natureza e Cultura, 2.Ecologia e biodiversidade, 3.Resíduos e poluição ambiental, 4.Saúde e Meio Ambiente, 5.Agropecuária, meio ambiente e desenvolvimento regional, 6.Políticas Públicas Ambientais e Sustentabilidade, 7.Desenvolvimento Sustentável e  Planejamento Ambiental, 8.Desenvolvimento, Meio Ambiente e Globalização, 9.Mudanças climáticas globais e seu impacto regional, e 10.Ecologia, globalização e espiritualidade.

 

A segunda etapa será prova de suficiência em língua inglesa, no dia 19 de fevereiro, das 8h às 12h. Ao candidato caberá a tradução literal de um texto e a análise interpretativa de texto. Haverá permissão para uso de dicionário das línguas inglesa e portuguesa. Neste mesmo dia e no dia seguinte a Comissão de Seleção analisará os pré-projetos de pesquisa e as arguições de cada candidato, em horários previamente agendados. Todas as etapas são classificatórias e a última será análise de currículo. Serão aprovados os candidatos com média igual ou superior a 7,0, com a admissão condicionada ao número de vagas em cada linha de pesquisa. O resultado será conhecido no dia 4 de março.

 

Os documentos exigidos para inscrição são os seguintes: cópias do diploma ou certificado de conclusão de graduação – bacharelado ou licenciatura plena, do histórico escolar da graduação, RG, CPF, título de eleitor e certificado militar, curriculum vitae na Plataforma Lattes/CNPq – documentado, duas fotos 3x4 recente e comprovante de pagamento da taxa de inscrição. Outra exigência é o pré-projeto de pesquisa com no máximo dez páginas impressas em frente e verso, dentro das normas e organizado com capa contendo o título, nome do candidato e indicação do orientador, objetivos, justificativa, revisão da literatura ou produção científica já acumulada sobre o tema, metodologia, cronograma e bibliografia.

 

Serviço: inscrições eletrônicas no www.unoeste.br, Cursos de Pós-Graduação – Interdisciplinar Mestrado.

Este é um projeto educacional sem fins lucrativos.
Ajude-nos a manter este projeto em funcionamento.
Doar