Comissão pede pressa na redução da jornada

Presidente Prudente

Quarta-feira, 1º de julho de 2009 

Os deputados que integram a Comissão Especial da Jornada Máxima de Trabalho, que na terça-feira (30/6) aprovou a redução de 44 para 40 as horas trabalhadas na semana e a elevação da hora extra para 75% sobre o valor da hora normal, pedirão o apoio dos líderes partidários para a inclusão da matéria na pauta de votações do plenário da Câmara Federal.

A expectativa é que o primeiro turno de votação aconteça em agosto deste ano. "Eu considero que vamos entrar o ano de 2010 com redução da jornada de trabalho", estima o autor da proposta, senador Inácio Arruda (PCdoB-CE), falando à Agência Câmara, serviço noticioso da Câmara Federal.
 

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC 231/95), que trata do tema, será apreciada em dois turnos pelo plenário da Câmara e requer dois terços dos votos para ser aprovada. O mesmo procedimento será exigido no Senado.

Este é um projeto educacional sem fins lucrativos.
Ajude-nos a manter este projeto em funcionamento.
Doar