Climério Costa leva o 1º cinturão do Ring Of Fire de Prudente

 

Presidente Prudente, quarta-feira 13 de novembro de 2012 

O primeiro cinturão de uma competição de MMA [Artes Marciais Mistas, na sigla em inglês] disputado no Oeste Paulista ficou com Climério Costa, da Equipe Nova União/Marcio Mendes JJ, que é de Mirante do Paranapanema. Ele venceu o atleta de Porto Velho-RO Joselino “Índio” Coutinho, da Equipe Check Mate de Curitiba, na categoria até 66 kg.

 

Climério foi rápido na vitória. Após um início de luta em pé, com pouca trocação, ele levou o combate para o chão. Em poucos segundos conseguiu finalizar seu oponente, aplicando um “mata-leão”, ainda no primeiro round.

 

Após ser anunciado o vencedor e receber o cinturão da organização do evento, o atleta agradeceu aos presentes e, principalmente, sua equipe. “Sem o treinamento com eles eu não estaria aqui”, afirmou. Em seguida, mandou um aviso a possíveis oponentes: “O cinturão está aqui. Quem quiser, é só vir tentar tirar”.

 

A vitória do mirantense ocorreu neste sábado (10), durante a 5ª edição do Ring Of Fire. O evento foi realizado no Ginásio Municipal de Esportes “Watal Ishibashi” e também contou com outras nove lutas.

 

Foi uma noite de confrontos intensos. Somente um dos combates durou os três rounds e teve a decisão dos jurados. As outras lutas tiveram três nocautes técnicos e finalizações, como outros quatro golpes “mata-leão” e um armlock (chave de braço).

 

Confira abaixo os resultados das outras lutas:

 

1ª luta – A primeira luta do 5º Ring Of Fire foi realizada na categoria até 84 kg entre Jefferson Morais, da Equipe J.M.J.J., de Osvaldo Cruz-SP e Cesar Merigio, Equipe MMJJ/Nova União, que é de Presidente Epitácio-SP.

 

Jefferson venceu o combate no primeiro round, por nocaute técnico. O árbitro central interrompeu a luta após perceber que o atleta epitaciano não reagia aos ataques de seu oponente.

 

2ª luta – Pela categoria até 86 kg, Elies Renato Dias “Teco”, da Equipe Red Lions/PRVT, de Toledo-PR, enfrentou Antonio Erasmo Pereira “Tatu”, da Equipe Center Combat/MGT Syon, de Três Lagoas-MS.

O combate foi vencido por Tatu, também por nocaute técnico, já que o oponente não reagia a seus golpes quando estava no chão.

 

3ª luta – Já o terceiro encontro da noite foi na categoria até 66 kg, entre Luciano Marques, da Equipe Centro de Treinamento, de Marilia-SP e Alessandro Yoneda, da Equipe Equipe Yoneda Team/Red Lions BJJ, de Salto del Guairá – Paraguay.Também no primeiro round, esta terceira luta foi vencida por Luciano. No chão, o mariliense conseguiu aplicar um triângulo em seu adversário, e ainda o finalizou com um armlock.

 

4ª luta – O quarto combate ocorreu na categoria até 66 kg, entre Eliel dos Santos “Guti”, Equipe Red Lions/PRVT, de Macapá-AP, e Tom Santos, da Equipe Inside, de Araçatuba-SP.Este foi ao único dos confrontos que durou os três rounds e teve a decisão dos juízes que, por unanimidade, deram a vitória para Guti. O foi mais contundente na luta no chão, procurando as quedas; enquanto Tom Santos buscava a trocação.

 

5ª luta – Na categoria até 70 kg, Ricardo Oliveira “Capitão Loucura”, da Equipe Nova União/Climério Costa JJ, de Presidente Prudente, enfrentou Matheus Andrade Cirilo, da Equipe Black River Fight, de São José do Rio Preto-SP, pela quinta luta da noite.O “Capitão Loucura” venceu a luta ainda no primeiro round, por finalização. O atleta prudentino aplicou um “mata-leão” em seu oponente.

 

6ª luta – Um dos combates que mais levantaram a torcida ocorreu na categoria até 84 kg, entre Willian “Cowboy”, da Equipe Fight Club Navarro, de Paraguaçu Paulista-SP, e Vander Carlini, da Equipe Red Lions/PRVT, de Umuarama-PR.Após um primeiro round de bastante trocação, com “Cowboy” tomando a iniciativa dos ataques, o segundo assalto mudou de lado. Com a luta no solo, Vander conseguiu finalizar seu adversário aplicando um “mata-leão”.

 

7ª luta – Na categoria até 66 kg, Thiago Rato, da Equipe Raça, de Dracena-SP, enfrentou Irwing Machado "King Kong" da Equipe Check Mate, de Curitiba-PR.O combate foi curto e teve o predomínio da trocação de ambos os atletas. O vencedor foi “King Kong”, por nocaute técnico, após intervenção do juiz de centro.

 

8ª luta – A luta entre os atletas mais pesados da noite ocorreu na categoria até 93 kg, entre Kleber Araujo “Naja”, da Equipe Black River Fight, de São José do Rio Preto, e Gigante JP, da Equipe Mix Fight, de Assis-SP.A vitória foi de JP, que ainda no início do primeiro round fingiu uma queda após um golpe e levou o combate para o solo. O atleta conseguiu ficar por cima e aplicar vários golpes em seu oponente. Por fim, finalizou a luta com um “mata-leão”.

 

9ª luta – O penúltimo confronto da noite ocorreu na categoria até 66 kg, entre Renato Cianfa, da Equipe Inside, de Presidente Prudente, e Fabricio Medeiros “Bicudo”, da Equipe Oriente JJ, de Niterói-RJ.Professor de muay thai, Renato tentou manter a luta em pé. Porém, “Bicudo” buscou o combate no solo logo no início da luta e conseguiu finalizar o Prudentino também com um “mata-leão”. (por Maycon Morano)

Este é um projeto educacional sem fins lucrativos.
Ajude-nos a manter este projeto em funcionamento.
Doar