Estudo mostra como professor vê sua identidade profissional

 


Presidente Prudente, quarta-feira 27 de novembro de 2013

 

 

A Editora Cultura Acadêmica lança o livro ´´Formação de Professores: compromissos e desafios da educação pública``. Publicação que reúne os textos completos, apresentados no III Congresso Brasileiro de Educação, realizado pela Unesp de Bauru em 2011. O capítulo ´´ A Linguagem do Professor: conceitos de identidade profissional e representação social`` é de autoria da doutora Zizi Trevizan, pesquisadora vinculada ao Programa de Mestrado em Educação da Unoeste.  O estudo que desenvolveu mostra que o professor tem para com sua profissão uma visão romântica e em suas atividades mantém-se submisso às normas do Estado. Mantém um comportamento que ignora a visão crítica do processo de ensino e aprendizagem.

 

 

A publicação é feita em dois volumes, sendo o primeiro com 680 páginas e o segundo com 648, onde está o capítulo sobre como o professor vê sua identidade profissional. As organizadoras são Vera Lúcia Messias Fialho Capellini, Eliane Marques Zanata, Luciene Ferreira da Silva e Rita Melissa Lepre. O capítulo produzido por Zizi Trevizan resulta de estudos que investigaram a analisaram a representação social que os docentes têm sobre sua profissão. A autora realizou uma análise semiótica pierciana e bakhtiniana da linguagem emitida pelos professores entrevistados. Os resultados obtidos revelaram as representações sociais sedimentadas pelos repertórios culturais dos sujeitos da pesquisa.

 

 

Foram entrevistados 19 sujeitos, jovens até 40 anos de idade e com experiência de no mínimo 10 e no máximo 20 anos de magistério. Suas falas ressaltaram o caráter missionário e a visão sacerdotal da prática de ensinar. Enfatizaram também o caráter disciplinador, ligado à visão controladora da ordem e das normas institucionais. Quanto à identidade profissional, prevalece o mito do magistério como atividade maternal. Zizi Trevizan conta que os entrevistados se distanciaram da questão central da pesquisa, sobre a representação social de sua profissão, ressaltando aspectos afetivos do relacionamento humano.

 

´´Apontando, portanto, para uma desvinculação do exercício profissional docente de todos os fatores externos determinantes da própria identidade profissional, de natureza social, política, econômica e ideológica. De um lado, a visão romântica da profissão, pautada por expressões de fé, amor e carinho; e, de outro lado, a ênfase na submissão irrestrita às normas, deixando aflorar, em suas enunciações, a não existência de conhecimentos críticos sobre o contexto sócio-histórico da educação``, diz para explicar que o magistério ainda é visto, ao longo de muitos anos, como uma atividade de mulheres. Então, prevalece a função de mãe, cuidadora, protetora...

 

 

A análise feita por Zizi Trevizan considera que os jovens professores não apresentam percepção dessa herança. Assim, mantêm a visão romântica e aceitam passivamente as normas impostas pelo Estado. Com isso não conseguem uma visão crítica da profissão, dedicando ao conhecimento apenas uma relação humana, sem criticidade.  Culpam-se por serem falhos e não terem todo o conhecimento necessário em sua formação profissional e nem para o aprendizado do aluno, por conta da opressão e por não fazerem uma leitura crítica. São considerações feitas no capítulo produzido por Zizi Trevizan que nos próximos dias remeterá o livro em dois volumes à Rede de Bibliotecas Unoeste ``Cecília Guarnieri Denari``.

 

 

 

 

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-priority:99; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin-top:0cm; mso-para-margin-right:0cm; mso-para-margin-bottom:10.0pt; mso-para-margin-left:0cm; line-height:115%; mso-pagination:widow-orphan; font-size:11.0pt; font-family:"Calibri","sans-serif"; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-hansi-font-family:Calibri; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-fareast-language:EN-US;}
Este é um projeto educacional sem fins lucrativos.
Ajude-nos a manter este projeto em funcionamento.
Doar