Atendimentos da Caravana da Saúde passam de 63 mil em seis anos

 

Presidente Prudente, quarta-feira 27 de novembro de 2013

 

Embora o foco maior seja com a qualidade dos serviços prestados, a quantidade de atendimentos atestam a relevância do projeto Caravana de Saúde. Fechado o balanço de 2013, sobe para mais de 63 mil os atendimentos prestados nos últimos seis anos. O evento de iniciativa da Associação Comercial e Empresarial de Presidente Prudente (Acipp) tem a parceria da Unoeste, por intermédio da Pró-reitoria de Extensão e Ação Comunitária (Proext). A caravana leva para espaços comunitários – escolas, salões paroquiais, centros comunitários, clubes sociais e ginásio de esportes – serviços ofertados gratuitamente, com predominância da área de saúde.

 

Do início para cá os atendimentos praticamente triplicaram, sendo que em 2008 foram 5.416 e saltaram para 14.08 em 2013. Porém, o recorde ocorreu em 2012, com 15.798. Em 2009 foram 6.193, no seguinte 11.381 e 10.561 em 2011. Em seis anos são 63.429. Agora em 2013, a caravana teve seis edições, sendo duas no município de Álvares Machado e as demais em Presidente Prudente, Alfredo Marcondes, Presidente Bernardes e Santo Anastácio. A oferta de 22 serviços apresentou maior procurada pelas atividades recreativas, com 1930 atendimentos, seguidas dos testes sobre diabetes 1321 e atenção psicossocial 1110 e aferição da pressão arterial 1109.

 

Testes de acuidade visual foram aplicados 916, informação nutricional 873, atividades lúdicas 811, estética 774, odontologia 694, educação física 601, cortes de cabelo 571, dermatologia 474, radiologia 438, biomedicina 329, fonoaudiologia 317, ortopedia 240, prevenção do câncer ginecológico 232, prevenção do câncer de proposta 188, orientação geriátrica 129, medula 127 e prevenção do câncer de mana 83. Os serviços, em sua maior parte, são prestados pela Unoeste, feitos por estudantes orientados e acompanhados por professores. Nas atividades está incluída ainda a cobertura pela Rádio Facopp.

 

Além da Unoeste, ofereceram serviços neste ano o Hospital Regional do Câncer, Grupo Madu Medula, Serviço de Urologia de Presidente Prudente e Região (Suppera), Fundação Agripino Lima (FAL) e Instituto Embelezze. Em municípios da região de Prudente se envolveram parceiros como prefeituras, câmaras municipais, clubes de Rotary e Lions, Corpo de Bombeiros, Ordem Demoley, cartório e Previdência Social. Os atendimentos prestados são de caráter preventivo e quando algum problema de saúde é detectado, ocorre o encaminhamento do paciente, como aconteceu com um senhor de Bernardes que tinha câncer de boca e não sabia. Ele foi operado no Hospital Amaral Carvalho, em Jaú.

 

Em outras situações, houve encaminhamento para hospitais e santas casas da própria região. Os serviços preventivos da caravana são recebidos pelas redes municipais de saúde como complemento à atenção básica. O presidente da Acipp, Ricardo Anderson Ribeiro, diz que a atuação regional de prevenção à saúde tem reflexo direto em Prudente, para onde converge grande número de pessoas em busca de serviços médicos e exames laboratoriais, especialmente os públicos. A pró-reitora Angelita Lima afirma que a Unoeste tem desenvolvido permanentemente a responsabilidade social; com a caravana e vários outros projetos, estando presente diariamente nas comunidades de Prudente e região.

 

Explica que a extensão envolve o ensino, ao por teorias em práticas, e também contempla a pesquisa na medida em que tem o diagnóstico sobre as fragilidades de saúde da população regional, como são os casos dos hipertensos, dos diabéticos e dos que estão acima do peso. ´´Assim, a Unoeste, através da caravana, vai além da contribuição com as ações de serviços incluídos na atenção básica de saúde. A universidade presta um grande serviço para Presidente Prudente e região``, diz a pró-reitora.

Este é um projeto educacional sem fins lucrativos.
Ajude-nos a manter este projeto em funcionamento.
Doar