Filha de pecuarista emociona cristãos na missa de sétimo dia

 

Presidente Prudente, segunda-feira 29 de julho de 2013

A missa de sétimo dia de Guilherme Coimbra Prata e Geraldo Ribeiro de Souza Júnior, realizada na noite de sexta-feira (26) superlotou a sede da paróquia Nossa Senhora Mãe da Igreja, no Seminário Diocesano de Presidente Prudente.

Havia tanta gente que não bastou o estacionamento interno. As ruas das redondezas foram todas ocupadas. Na rua Padre João Goetz ficou impossível a mão dupla de direção, pois não dava para passar dois carros em sentidos opostos.

Ainda que fizesse muito frio, teve gente que acompanhou a missa do lado de fora, com visão do púlpito pelas portas laterais. O momento de maior emoção e que arrancou aplausos dos cristãos foi a fala da filha mais velha de Prata.

A jovem leu uma mensagem e depois falou de improviso. Entre tantas palavras bonitas e de forte impacto emocional, disse que ainda que tivesse a chance de ter um outro pai pela vida toda, optaria pelos 21 anos de convivência com seu pai, seu herói.

Prata e Baiano, como era chamado o filho de Geraldo Ribeiro de Souza –  o  Rei do Nelore – morrem na queda de um avião particular no dia 19 deste mês, em Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul. Prata pilotava seu avião, de volta da fazenda.

Ambos participaram da primeira geração de cavaleiros do Rancho Quarto de Milha de Prudente, local em que foi construída a maior arena coberta da América do Sul e onde foram realizadas as memoráveis edições do Rodeio de Campeões.

Prata recentemente esteve empenhado para que a Expo de Animais de Prudente tivesse continuidade. Iniciativa que mobilizou a classe rural e Prata recebeu homenagem da administração municipal, com o reconhecimento oficial.

Este é um projeto educacional sem fins lucrativos.
Ajude-nos a manter este projeto em funcionamento.
Doar